Siga-me por Email

Fé não é teoria

Por Adriano Fermiano

Texto base: Hb 11:1-3

Hoje quero compartilhar com vc´s algo que muito mexe conosco, fé. Mas o que é fé afinal?
Fé do latim fides (fidelidade), do grego pistia (é a firme convicção que algo seja verdade) e do hebraico emunáh (veracidade, sinceridade, honradez, retidão, fidelidade, lealdade, seguridade, crédito, firmeza e verdade).
Com tantos adjetivos começamos a entender porque está escrito que sem fé é impossível agradar a Deus. Mas não estamos aqui para falar de uma fé teórica. A fé por vezes nos leva a tomar ações e atitudes onde normalmente não o faríamos e quando não conseguimos por nós mesmos, Deus sempre nos da um “empurrãozinho”. Fé é prática e ela antecede nossas ações ou como dizem os estudiosos e teólogos “fé é uma resposta humana a uma ação divina”; lembre-se: a convicção de fatos que não se vêem. Então vejamos das histórias narradas na Bíblia, algumas “respostas humanas a uma ação divina”.
Quando sua fé move o próximo: no evangelho segundo Marcos 2:1-5 narra a história em que Jesus entrando outra vez em Cafarnaum, soube-se que estava em casa. Então uma numerosa multidão, que nem nos lugares junta a porta cabiam, aglomeravam-se e Jesus anunciava-lhes a palavra. Do lado de fora havia um paralítico, que obviamente, não conseguira entrar e nem aproximar-se. Neste momento quatro homens tomaram o paralítico e o levaram até Jesus - se fossemos falar somente sobre este acontecimento, poderíamos ter como tema “Cinco homens e um propósito” -. Perceba que às vezes estamos tão próximos de Jesus, mas parece que existe um universo de distância (este universo entenda como suas muralhas, circunstâncias, situações, multidões, exércitos, etc.). Quantos de nós não conhecemos algum “paralítico”; pessoas que até estão na igreja, mas que a própria multidão (legalismo, dogmas, leis, costumes e doutrinas) não permitem que estas pessoas aproximem-se de Jesus. É aí que entra a sua fé para impulsionar, levar esta pessoa a superar esta distância, isso chama-se discipulado. O paralítico precisava do encontro com Jesus, pois ele sabia que só Jesus poderia curá-lo. Nenhum dos cinco podia ver ou ouvir Jesus e, devo confessar que neste ponto, creio que os cinco tentaram pedir e fizeram força para passar pela multidão – quantas vezes nosso egoísmo o “olhar para o nosso próprio umbigo”, não afasta/impede nosso irmão (a) de chegar a Jesus-. Vendo que a multidão não permitia que passassem, os quatro homens puseram a fé em ação. 1º juntaram suas forças (se a fé de uma pessoa pode fazer milagre imagine a de cinco pessoas juntas pelo mesmo propósito?!) – tomaram o paralítico e deram a volta (lateral ou por trás uma vez que não era possível aproximar-se da porta) – 2º enxergaram a oportunidade –, subiram o telhado – 3º sabiam o que queriam e tinham a convicção de que conseguiriam -, fizeram uma abertura no telhado e baixaram o paralítico no meio da sala onde estava Jesus – 4º demonstraram a fé (lembre-se: fé não é teoria, é prática) – e Jesus, vendo-lhes a fé, disse ao paralítico: Filhos, perdoados estão os teus pecados. A tua fé pode fazer com que seu conjugue seja transformado, seu filho(a) largue as drogas e o tráfico “porque tudo o que pedir em meu nome crendo recebereis”. Não há limites ou impossíveis para o que sua fé pode fazer por alguém. Então levante-se, e diga para o paralítico que você conhece: “não tenho prata e nem ouro, mas o que tenho te dou, em nome de Jesus o Nazareno levanta e anda”; é o poder de Deus que opera em nós!!!
Quando a fé cura: ainda em Marcos 5:25-34 temos uma história muito conhecida, a da mulher do fluxo de sangue que a doze anos sofria de uma hemorragia. Um pouco de história. Como muitos sabem o tabernáculo era dividido em três partes átrio (para o povo em si), santo lugar (para os sacerdotes) e santíssimo lugar (somente o sumo sacerdote); no templo de Jerusalém não era muito diferente, os gentio podiam ficar na galeria, chamada de Pátio dos Gentios, mas eram excluídos do santuário principal. As mulheres judias podiam entrar no santuário, mas ficavam apenas na região destinadas a elas. Os leigos judeus tinham uma área espaçosa à frente, mas não podiam aproximar-se da plataforma, reservada apenas para os sacerdotes. E a parte de trás da plataforma é o Santíssimo Lugar, destinado somente ao sumo sacerdote – Como já falamos no item anterior, tão perto e ao mesmo tempo tão longe de Jesus por nossas leis. Todos os dias os homens Judeus começavam suas orações matinais dando graças a Deus “que não me fez gentio…que não me fez escravo…que não me fez mulher”. Deu para perceber que só o fato de ser mulher já era muito difícil ou seja “motivo de tristeza” para ela e seus pais; sangrando então, além de não ser motivo de alegria para si própria, culturalmente falando, ainda era considerada imunda e não poderia tocar em ninguém ou poderia ser apedrejada; e ninguém poderia tocá-la ou seria considerado imundo também. Tudo parecia contrário para aquela mulher (além de ser uma mulher, era uma mulher imunda). Pare por um minuto. Como vc se sente com relação a vc mesmo(a) diante do que vc esta passando e diante do que as pessoas estão dizendo? Agora, diga para si mesmo(a): EU POSSO TOCAR NAS VESTE DE JESUS E SER CURADO(A)!!!! Diante deste cenário aquela mulher ouviu falar de Jesus e, ouvir dentro de uma perspectiva bíblica é atender e fazer. Por isso está escrito que a salvação vem pelo ouvir e ouvir a palavra de Deus. É atentar e fazer o que está escrito. Então entra a fé em ação – lembre-se, fé é prática – 1º ela teve fé “ se tão somente tocar em suas vestes, sararei”, 2º ela juntou suas forças “e certa mulher que, havia a doze anos , tinha um fluxo de sangue”, 3º enxergou a oportunidades “veio por detrás, entre a multidão” e 4º ela teve coragem “pela cultura/lei levítica ela não poderia tocar em ninguém ou poderia ser apedrejada”. O que está faltando para vc. Escrito está: “Eu sou o começo e o fim. O Alfa e o Omega” e ainda que Deus é o mesmo ontem, hoje e o será para sempre. “por que sois tão tímidos?”. Pela fé vc pode tocar as vestes de Jesus. Não há situação ou impossível para Deus “antes que houvesse dia Eu sou…e agindo Deus quem impedirá?”. Tenha fé e estenda suas mãos para tocar nas vestes de Jesus “fé, a convicção de fatos que não se vêem”. Vc não precisa ver, porém precisa crer que Deus é poderoso para fazer muito além daquilo que pedimos, pensamos ou sonhamos. Pela fé eu creio que HOJE É O SEU DIA!!!!!!! Quanto ao ser mulher, não fique preocupada? O apostolo Paulo escreve as seguintes palavras revolucionárias: “Não há judeu nem grego, escravo nem livre, homem nem mulher; pois todos somos um em Cristo Jesus.” Jesus ao encontrar com a mulher samaritana faz dela a primeira mulher missionária designada por Ele e a primeira pessoa a quem Ele francamente revelou sua identidade como Messias (Evangelho segundo João cap.5). Quanto ao ser impura? Jesus inverteu o processo: em fez de ficar contaminado, tornou a outra pessoa sadia. O louco nu não o contaminou; foi curado. A pobre mulher do fluxo de sangue não o envergonhou nem o tornou impuro; ela saiu sã. A menina de doze anos de idade não o contaminou; foi ressuscitada (Evangelho segundo Lucas cap.8). Esse mesmo Jesus pode inverter o processo de sua vida. Ele está esperando que vc estenda suas mãos e toque em Suas vestes!!!
Quando nossa fé é provada: livro de Gênesis cap.22 relata a história de quando Deus prova Abraão. Você está preparado(a) para uma experiência única com Deus?! Abraão em sua velhice vê cumprido parte da promessa de Deus todas as vezes que ele olhava para seu filho, seu único filho. Então gozando da prosperidade do Senhor e da felicidade de poder estar junto de seu filho, Deus chama a Abraão e diz: “Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te a terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto, sobre uma das montanhas, que eu te direi.” Se você nunca esteve na eminência de perder um filho, então você não sabe como Abraão sentiu-se naquele momento e nos dias que se seguiram. Mas a palavra nos diz que Abraão levantou-se pela manhã preparou seu jumento chamou dois de seus moços, chamou a Isaque e partiu para Moriá em uma caminhada de três dias. Você consegue imaginar como estava aquele homem. Se me permitem uma “conjequituração” creio que ele andava falando com Deus “Senhor não pode ser outra pessoa, o bandido, o traficante, o matador, etc.” Querido (a) Deus quer te da uma experiência única; onde você terá que passar. Nosso filho caçula, Rian, aos 5 para 6 anos teve amigdalite e adenoite, fechou a passagem de ar pelo nariz e pela boca. Nosso filho tinha apenas 30% de passagem de oxigênio. Ele passava o dia roncando e babando. Durante dez dias e dez noites eu e minha esposa não dormimos, pois ele só poderia dormir em uma posição ereta, ou seja, sentado em nosso colo. Porque se ele deitasse e dormisse a língua caía e ele poderia morrer sufocado. Percorremos vários hospitais – lembre-se, fé é prática – e ouvíamos sempre as mesmas coisas “é muito grave, tem que operar, mas não poderei estarei em uma convenção ou viajando…” Por último, fomos parar no Miguel Couto, pois meu irmão conhecia um enfermeiro que arranjaria uma consulta com o médico. Ás cinco da manhã estávamos na emergência do hospital e aproximadamente ás nove fomos atendidos pelo médico. Minha esposa entrou com nosso filho, pois eu não tinha condições físicas e emocionais. Alguns minutos depois minha esposa saiu com uma cara irritadíssima e de cabeça baixa. Mas uma vez ouvimos a mesma resposta “é muito grave, mas estarei fora em uma convenção…” Quando tudo parecer contrário traga a memória aquilo que te trás esperança. Então pequei nosso filho no colo e perguntei se ele cria no poder da oração? Até hoje eu acho que ele tinha mais fé do que eu!! Ele olhou para mim e disse: “eu creio!!!”. E junto, no meio da emergência daquele hospital começamos a louvar ao Senhor: “eu creio no poder das mãos que se levantam, eu creio no poder da oração…” Deus tem uma experiência pra você e com você! Naquela noite, sem ter mais o que fazer (humanamente falando), peguei meu filho no colo olhei para o alto e em meio as lágrimas disse para Deus: “é teu! Pode levar! Já não sei mais o que fazer!”. Por isso, toda vez que leio esta passagem tenho uma idéia do que Abraão estava passando. Ao avistar Moriá – fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas (ou a convicção de fatos) que não se vêem – Abraão disse para seus moços: “ Ficai-vos aqui com o jumento, e eu e o moço iremos até ali; e havendo adorado, TORNAREMOS a vós.” Da para entender este conflito? Diante de uma situação daquelas, Abraão consegue usar o plural “tornaremos a vós”. A Epístola aos Hebreus sobre este episódio diz o seguinte: “que Abraão considerou que Deus era poderoso para até dentre os mortos o ressucitar.” É através de uma experiência como esta que nossa fé é fortificada e passamos a declarar que Deus verdadeiramente é poderoso! Temos que sair da teoria com Deus. Deus é prática e real. Disse Jó: “antes eu te conhecia de ouvir falar, mas hoje os meus olhos te vêem..” É através de experiências como esta que deixamos de ouvir falar que Deus existe e passamos a vê-lo agindo em nossas vidas!!! Você acha que acabou? Até aqui Abraão havia sido “confrontado”1º quando Deus pede seu filho. Como poderia ele receber a promessa ver o milagre acontecendo e agora teria que perdê-lo? 2º seu confronto permanece durante mais três dias. Às vezes no calor da emoção Abraão poderia tomar a atitude sem excitar. Mas não, Deus deu a ele três longos dias para pensar. Dizem que quando estamos para morrer vemos toda a nossa vida passar. Creio que Abraão relembrou de cada momento com seu filho. Por nove dias nós oramos clamando ao Senhor :” Senhor, basta uma palavra, um toque seu e nosso filho será curado…” Não sabíamos que nossa fé ainda era teórica. E o pior confronto ainda estava por vir. Subindo Moriá Isaque pergunta para seu pai: “Meu pai! E ele disse: Eis-me aqui, meu filho! E ele disse: Eis aqui o fogo e a lenha, mas onde está o cordeiro para o holocausto?” Se meu filho tivesse perguntado para mim: Pai, porque Deus não me cura. Confesso que não saberia responder. Mas glória a Deus que a fé dele é maior que a minha, pois todas as fezes que perguntei: Filho, vc crê? Ele sem pensar respondia: CREIO PAI!! Então Abraão da à seguinte resposta: “DEUS PROVERÁ!!!!!” Eu não sei onde vc encontra-se em Moriá? Se esta na subida, no meio, ou quem sabe esta no topo da sua provação? O que eu sei é que vc vai subir o monte da provação e sairá de lá com a sua vitória, em nome de Jesus!!!! Na décima noite orei: “Senhor pode levar, e teu…” Naquela noite todos nós dormimos e ao acordarmos pela manhã vendo que todos havíamos dormido, e bem. Ainda em meio a esta alegria, meu pai me chama e manda levar nosso filho a uma clinica particular. DEUS PROVERÁ!!! Nosso filho realizou a operação (R$ 1.500,00). DEUS PROVERÁ!!! E esta bem, para honra e glória de Deus!! Deus proverá na sua vida, meu      querido (a); somente creia e, se permita passar por esta experiência com Deus, que no final vc dirá como disse Jó: “Antes eu te conhecia de ouvir falar, mas hoje os meus olhos te vêem…”. Não há situação ou circunstância que Deus não possa resolver na sua vida: “pois pela fé venceram reinos, praticaram a justiça, alcançaram promessas, fecharam as bocas dos leões. Apagaram a força do fogo, escaparam do fio da espada, da fraqueza tiraram forças, na batalha se esforçaram, puseram em fuga os exércitos dos estranhos.”(Hb 11:33-34 ). Coloque sua FÉ em prática e vc verá que assim como Deus agiu na vida do paralitico, da mulher do fluxo de sangue e de Abraão ,também agirá em teu favor!! Pois em nossa vida, Ele já está fazendo!!!

0 comentários:

Postar um comentário